RIR É O MELHOR REMÉDIO

RIR É O MELHOR REMÉDIO
(Por Maristela Ormond. Crônicas)

               Rir da própria desgraça é uma das maiores graças do brasileiro. Aliás, característica ímpar da maioria do povo. Porque devemos chorar pelo “leite derramado” como diz a frase popular?
               É claro que diversas vezes choramos, por bons motivos, mas passado algum tempo, e digo que nunca é tão longo, estamos procurando ver as coisas com outros olhos que não o da desgraça.
               Rimos de nossos salários, nossa política, rimos de nosso futebol, de nossa Educação, de nossos educadores, de nossos próprios entes queridos e de nós mesmos e isso quando não fazemos piadas de alguém muito querido ou afamado que se foi, porque realmente trata-se de ser muito amado, e é uma forma de esquecer a dor latente. É nosso jeito particular de enfrentar as dificuldades.
               Temos um riso escancarado, um riso sutil, uma risada gostosa daquelas de perder o ar e fazer chorar.
               Quantas vezes vemos pelas ruas, crianças e adultos visivelmente em situação menos privilegiada, mas o sorriso se mantém em seu rosto, pois buscam dentro do peito, dentro da alma algo que os agrada e os empurra a viver.
               É esse riso solto, é essa alegria constante que faz de nós um povo diferenciado e diremos até um tanto resignados com tantas falhas que apontamos veementemente e que devem ser sanadas.
                Um povo com estas características possui uma boa energia e é ela que pode minimizar todas as nossas mazelas e fazer com que cresçamos e melhoremos a cada dia, em busca de soluções.
               Assim é o povo brasileiro, acima de tudo, feliz e procurando sempre fazer da alegria sua marca registrada.




Postagens mais visitadas