ALEGRIA NOS OLHOS


   Muitas vezes vejo interpretarem os meus poemas de uma forma diferente da mensagem a qual eu tento transmitir. Dizem que só falo de coisas belas e que o mundo não é assim ...agora eu vos pergunto: Não precisamos mudar mentalidades? Mudar hábitos para melhor? Bondade não gera bondade? Ou será que é bom assistirmos a violência gerando violência todos os dias? Pelos vistos algumas pessoas não querem contribuir para sermos melhor, ou nem estão aí , ou nem se apercebem do que é necessário fazer?
Bem fica a reflexão. Hoje não quero falar de tristezas, quero falar de alegria. Gosto de sentar na mesa do restaurante e ver os jovens brindando, rindo, festejando, convivendo, sendo saudáveis.
Tenho assistido aos casais passeando de mão dada, aos idosos conversando nos bancos dos jardins, meninos pulando e rindo, jogando bola e até algumas comadres falando da vida dos outros... tudo isso faz parte do viver.
   Quando falo de alegria nos olhos quero falar da vivência que temos dentro de nós, das experiências que nos fazem ver que o brilho de ser feliz está realmente na simplicidade. Apeteceu-me rir e ri, molhei os pés no mar, senti o sol no rosto e sorri , sorri sem parar e pensei " Essa alegria nos olhos ninguém poderá me tirar.".
Vejo pessoas passeando em descapotável mostrando riqueza, vejo pessoas passeando mostrando roupa da última moda caríssima, vejo tudo mostrando luxo mas vejo eles de cara sisuda sempre de mal com a vida.
Entrei naquele bairro que dizem de má fama, havia bailarico por lá, comes e bebes não faltava, todos dançavam, alegria no ar pairava, ali só existia divertimento porque a vida é só uma.
    Sabem talvez eu esteja errado pensar que um simples sorriso possa mudar alguma coisa mas eu pelo menos tento.
Entrei numa Igreja procurei um pouco de Paz enquanto os passeios de férias ainda permitem alguma calmaria. Senti que o silêncio nos fortalece que a fé move montanhas e também pode ser alegria para os olhos.
Descobri que existem mais pessoas que vivem sozinhas independentemente da idade mas que são pessoas que vale a pena conhecer. Pessoas interessantes com vidas bem mais interessantes que a minha. Pessoas que não falam com iphones , ipad ou os raios que os parta. Pessoas que nos contam aventuras que nos prendem com as suas histórias de vida.  Ensinamentos que nos fazem falta
Estou eternamente grato por ao longo da minha vida conhecer pessoas que tem sempre alegria nos olhos para nos transmitir,

                                     
                                  Nuno Garcia 29 de Setembro de 2014





Postagens mais visitadas