A IMPORTÂNCIA DE SER FELIZ COM POUCO


   Hoje quero vos falar apenas de coisas boas da vida. Acordei com imensa vontade de viver. Abri a janela e descobri o maravilhoso sol de Portugal.
Os raios que brilham e nos dão energia para sorrir e amar.
Custa-me muito que o ser humano seja mesquinho, arranje formas de chatear o próximo com coisas banais.
Eu cá sou feliz com pouco. Quero apenas viver com aquilo que o mundo oferece. Caminhar, andar de bicicleta, correr, nadar ou dançar e sorrir.Viver de cabeça erguida.
Nada como viver com prazer, ter uma vida saudável , combater o stress diário e encarar a vida sem culpa ou preconceito. Estou deveras grato por a cada dia estar vivo!. Saber envelhecer é uma virtude. É necessário ocupar o tempo estimulando o corpo e a mente.
Ler é realmente um dos hábitos que pratico, algo que eleva a minha imaginação, faz viajar e sonhar. Escrever é a necessidade de expressar tudo o que vai dentro da minha alma poética. Fazer contas de cabeça como forma de a manter ocupada. Passear e viajar, conhecer sítios e pessoas, é conhecer novas realidades. Manter a curiosidade, reflectir sobre o mundo à nossa volta, ter opiniões e faze-las valer com argumentos sérios.
Visitar museus e exposições. Ir ver o mar, sentar na esplanada, ser gentil, oferecer e receber flores, sentir os odores. E tantas coisas mais...Isto é viver nunca se esqueçam.
Agora pensem o quanto andam a perder com coisas banais?
Desperdicem tudo isto, depois olhem para trás e vejam o que perderam...
Se algum dia aprenderem a amar saberão do que falo.
Eu também já perdi tempo escutando os outros, sendo magoado, injuriado, recebendo dos outros a sua própria maldade. Muitas vezes caio e levanto de novo. Um coisa é certa:  Ser feliz com pouco é o meu lema! Eu estou cá nesta vida para durar até à minha derradeira hora, o sorriso e o saber viver com pouco ninguém apagará.

                                             
                                  Nuno Garcia 01 de Dezembro de 2014.


Postagens mais visitadas