PEDRAS NO CAMINHO.

PEDRAS NO CAMINHO
(Maristela Ormond)


                    Quem disser que nunca tropeçou está mentindo.
               Às vezes as pedras que encontramos são tão pequenas e causam tanto estrago que nem dá para acreditar. Outras vezes, elas são imensas e por incrível que pareça são mais fáceis de escaparmos, pois temos o poder de visualizar sempre aquilo que é grande e o pequeno passa despercebido e machuca muito mais...
               Quantos planos fazemos para nossa vida e estamos certos de que não haverá nenhum tropeço, mas de repente tudo muda porque os planos tomam outros rumos que não haviam sido planejados por nós. Porém, como todo planejamento deve ser maleável, temos que dar um jeitinho e mudar o enredo.
               Assim é. Nossa vida é uma caixa de surpresas nós estamos sujeitos sempre a tomar um atalho e reformular para poder continuar.
               Isso exige um esforço, exige confiança e fé para que continuemos em pé.
               Observo tantos casos e às vezes digo a mim mesma: “não suportaria isso que aconteceu, não estaria mais em pé, não viveria mais uma vida normal”. Mas vejo a pessoa ali, forte como uma rocha, lutando para manter a dignidade e dar continuidade à vida.
               Um atalho pode ser uma solução, retirar a pedra, uma solução louvável mesmo porque não estaríamos pensando somente em nós, mas no outro que pode pegar o mesmo caminho e o encontrará livre. Conseguir uma pequena brecha por onde consigamos transpassar o obstáculo? Há várias soluções. 
               Você já encontrou uma pedra no seu caminho? Pois é, acredito que todos nós. Mas as empurramos, com toda nossa força e abrimos uma brecha para que passemos e adiante vislumbramos um espetáculo da natureza, que se talvez tivéssemos desistido por conta da dificuldade não teríamos o prazer de vislumbrar...
               Daí para frente sempre vamos nos lembrar dessa pedra no caminho e nossas histórias terão muito mais vida, muito mais presença de espírito para serem contadas aos outros, muito mais emoções a serem descritas.
               Essas pedras são muito importantes para que nossa força seja demonstrada e acreditemos que somos capazes de solucionar desafios imensos, quando temos coragem para removê-las.
               Dia virá em que descobriremos o poder que temos dentro de nós para adaptarmo-nos e não teremos tanto medo da vida... Contudo penso que somos como os camaleões, mudamos para não sermos predados e com isto nos tornarmos mais fortes a cada dia.



Postagens mais visitadas