Defina-me Amor e te Direi se Amo!

Por 
Osny Alves

Nossos olhos se derretem em lágrimas, por não poder estar com quem o coração quer amar, obrigados a seguirmos dogmas que nos mandam estarmos onde não queremos estar. Bem sei que o prazer é algo momentâneo, que a paixão e avassaladora e que o amor dura para sempre, bem sei que os elogios motivam nossa alma e as reclamações nos distanciam de quem se ama. Vai se desgastando se consumindo até não existir mais nada, as vezes nem o respeito. Amar não é simplesmente fechar os olhos e amar. Sonhando um amor perfeito, de acordo com os nossos sonhos, pois quem vem de lá pintado de acordo com as nossas expectativas, e desejos, tem os seus próprios sonhos, vontades, e as vezes sonhando com o sonho perfeito com o que ele sempre sonhou. Somos diferentes, com sonhos semelhantes, parecidos, mas não os mesmos que achamos que o outro tem que ter. Somos penalizados por nós mesmos, acreditamos que essa história de amor é como nos contos de fadas, como se o amor viesse engessado e moldado conforme os nossos sonhos de um enlace matrimonial seguido de dogmas da verdade, dá nossa verdade. Somos obrigados pelo nosso inconsciente a exigirmos um amor que siga protocolos criados muitas vezes na adolescência ou menos que isso ainda. Mas temos sonhos diferentes uns dos outros, não podemos pedir ou esperar que as pessoas se abdiquem dos seus sonhos ou de suas vontades, para viverem os sonhos dos outros... isso aí não é amor, é egoísmo. Queremos que o outro goste e as vezes até amem o que nós achamos que amamos. Mas então o que é amor? Amor é aceitar o que o outro dá, da maneira que vier, e vice e versa, porque se apenas um seguir essas verdades, o amor não existirá nesse lugar chamado lar. Muitos de nós somos egoístas por natureza, somos assim e não queremos mudar, não nos permitimos aceitar aquilo que não vier dos nossos próprios pensamentos, ou planos estratégicos para saciarmos nossas vontades. Filhos esses com certeza amamos, desde que façam as nossas vontades, que eles não nos desafiem, que não nos desobedeçam. Volto a dizer que essa coisa de amor verdadeiramente não existe, não no plano real que conhecemos.... Então me diga.... O que é amor? Podemos divagar sobre o tema sem chegar a uma conclusão, pois chega a ser controverso, muitas pessoas vão querer "puxar a sardinha para o seu lado", mas a verdade é uma só, ou você ama e respeita os gostos e desejos do(a) outro(a), e ele do mesmo modo, talvez o amor resista um pouco mais, trazendo novidades para o relacionamento, e não deixar cair no monótono esse tal enlace. Muitas pessoas falam e escrevem sobre o amor, poucas o entendem e pouco menos pratica. A vida é assim mesmo e o amor também. Viver e sobreviver são coisas diferentes amar e amor também o são. Tente olhar para o amor como foi explanado aqui e você provará um jeito esplêndido de amar.....

Postagens mais visitadas