SEM STRESS

SEM STRESS
(Maristela Ormond)

acuriosa.pt


Mas não é que esse meu povo de Deus está estressado demais?
Fiz uma pergunta assim: Tudo bem? Olhando para uma determinada pessoa, somente para saber se havia compreendido o que eu acabara de falar. Sabem qual foi a resposta?
- Sim tudo bem comigo sim, mas com você parece que não!
Respondi que estava sim tudo bem comigo, porém eu só havia perguntado se havia me entendido e se conseguiu transcrever aquilo que havia ouvido... Ai meu Deus! Daí para frente houve uma porção de insultos e questionamentos do porque fiz a pergunta, se eu tinha alguma coisa a ver com isso, sei lá viu, nem sei o que foi que aconteceu... Então resolvi dizer que muitas vezes estamos estressados por algum motivo e em se tratando de mulher pode estar ocorrendo uma TPM que nos deixa a flor da pele, etc.etc.
Foi pior... A pessoa disse que quem estava estressada era eu e TPM só podia ser eu quem estava  sendo acometida de uma, até que fiquei sem ação...
Mas o que é que está acontecendo com as pessoas? Fica-se numa situação que não dá mais para saber o que podemos e devemos falar.
Seria algum alimento contaminado? Algum problema hormonal? Algum vício em abstinência? Alguma forma de desamor dentro do lar? Não sei, não sei de fato, o que sei é que está ficando meio difícil ter certeza de que podemos nos comunicar pessoalmente com alguém sem ser agredido ou será que a tecnologia está fazendo esta transformação nas pessoas a tal ponto de que se falarmos pessoalmente seremos uma afronta, tirando a pessoa de seu celular, de sua conversa virtual, muito mais sadia, cheia de lindos,  curtidas e agora também com a novidade de exprimir seus sentimentos através de emoticons( carinhas que exprimem emoção)?
Quantas vezes acabamos de falar com alguém num bate papo legal dentro da rede social e logo depois nos encontramos na rua e a pessoa muda até de calçada para não cumprimentar e você fica com “cara de concha” sem entender o que houve... Você só é alguém conhecido se for amigo dentro da internet... Ãh? Não entendi...
Sinto que é a hora de tentarmos nos comunicar de forma mais sadia, com um beijo, um abraço, um aperto de mão, um sorriso, um olhar dentro dos olhos e deixar os emoticons um pouquinho de lado porque eles são muito bacanas, eu também gosto muito, mas nada nos deixa mais feliz do que o contato humano no “tete a tete” para que as emoções realmente fluam de forma positiva e verdadeira...
Dizer que amamos virtualmente, dizer que alguém é linda virtualmente ou curtir algo que se diz de forma virtual é fácil, quero ver isso na realidade.


Postagens mais visitadas